A Inteligência Artificial nos tempos atuais

A Inteligência Artificial nos tempos atuais

A Inteligência Artificial é cada vez mais comum na indústria e, junto dela, duas “primas” tecnológicas: Machine Learning e Internet das Coisas (IoT) têm atraído muita atenção entre os profissionais do segmento industrial.

Essas novas tecnologias estão definindo novos padrões de eficiência e impulsionando as empresas a reverem planos de negócio e a encontrar maneiras de incorporá-las aos seus projetos.

A Inteligência Artificial gera certo receio nos trabalhadores, que temem serem trocados por máquinas, entretanto, de acordo com a McKinsey, enquanto 51% das tarefas de trabalho podem ser automatizadas, apenas 5% das ocupações podem ser automatizadas.

Logo, o que seria mais interessante para a indústria é o trabalho colaborativo entre o humano e a máquina para otimizar fluxo de trabalho, aumentando a eficiência e os lucros.

Inteligência Artificial

Para entender a diferença entre Machine Learning e IoT é necessário compreender a base da tecnologia, ou seja, qual o conceito de Inteligência Artificial.

A Inteligência Artificial é capaz de realizar um processo de produção com qualidade tão otimizada ou até melhor que a de um ser humano. Isso porque, geralmente, envolve um elemento de automação.

Já o Machine Learning é uma vertente da IA na qual os computadores identificam padrões que indicam o desempenho futuro. Por exemplo, a tecnologia pode identificar quais aspectos de uma tarefa influenciam o tempo necessário para realizá-la.

Os dados são coletados por sensores ou outro dispositivo conectado, também conhecido como IoT.

Na indústria essas tecnologias ainda não substituem o trabalho humano, mas elas podem oferecer a oportunidade de otimizar processos.

A Inteligência Artificial é especialmente adequada para o agendamento. Por exemplo, o processo de envio de técnicos para reparar equipamentos críticos é, muitas vezes, demorado e burocrático, e podendo acarretar uso ineficiente de recursos se realizado tardiamente.

Quando combinada com a Internet das Coisas, a IA também pode ajudar a agendar compromissos com base no histórico de manutenção. As empresas de manufatura não podem perder seu valioso tempo e produtividade por conta de falhas não planejadas nos equipamentos.

A Inteligência Artificial e o futuro

A Inteligência Artificial não é a tecnologia do amanhã, ela ainda precisa de muita inovação e hoje ela só é possível se gerenciada por trabalhadores humanos para executar tarefas automatizadas que são coordenadas ao longo da cadeia de suprimento.

É compreensível que a Inteligência Artificial deixe os trabalhadores receosos, pelo medo de a automação substituir os trabalhos ou até mesmo de romper processos existentes, assim a IA oferece muito valor, mas também gera incertezas.

O fato é que a IA, assim como outras tecnologias, será parte do futuro do trabalho na indústria e aqueles que observarem potencial nas inovações e utilizarem com responsabilidade, terão ganhos em eficiência.

Veja também:

Conheça o primeiro carro voador a ser fabricado em série

Casa impressa em apenas 24 horas gastando 4 mil dólares

Posts Relacionados

Compartilhe isso: