Autometal

Autometal

A Autometal voltada para produções de peças para a indústria automotiva desenvolve produtos com o auxilio das impressoras 3D Stratasys

Voltada para a produção de peças para a indústria automotiva, a Autometal, empresa com sede em Diadema, SP, desenvolve subconjuntos de produtos para praticamente todas as partes de um automóvel, como motores, transmissão, chassi, jogos de direção e peças do interior e exterior do veículo.

Fazem parte da relação de processos utilizados pela Autometal técnicas de metalmecânica, pintura, estamparia e plásticos. Para esta última categoria, a empresa passou a investir em soluções alinhadas a Indústria 4.0, como a manufatura aditiva, e adotou a impressora 3D Stratasys F370.

Os objetivos foram agilizar processos, diminuir custos relacionados à engenharia de produtos e permitir análises mais rápidas do desenvolvimento desses itens.

Todo o projeto, estudos, consultoria técnica e de negócios até a aquisição, foi realizado em conjunto com a LWT Sistemas, revenda autorizada Stratasys no Brasil.

A impressora 3D Stratays F370 começou a operar em maio de 2017. “O investimento aproximado foi de R$ 330 mil e o ROI está de acordo com o plano de viabilidade aprovado pelo Grupo CIE AUTOMOTIVE”, afirma Fernando Belussi, Gerente de Engenharia de Produtos da Autometal.

Autometal adota impressão 3D Stratasys para diminuir custos 1

Ele explica que, de modo geral, a impressora 3D possibilitou antecipar possíveis soluções nos projetos dos produtos.

Identificamos também uma forte redução de prazo nas validações de alguns processos produtivos, como a confecção de acessórios para a linha de produção e qualidade, viável somente com a utilização dessa tecnologia.

Belussi explica que a ideia de substituir processos tradicionais pela impressão 3D surgiu durante visitas a feiras de negócios. Na Autometal, a solução da Stratasys passou a ser utilizada em três aplicações principais.

A primeira delas é relacionada às análises das primeiras amostras de um determinado tipo de peça fabricada pela empresa. “Estes itens exigem uma conferência extremamente precisa de medidas e formas, e para isso, dependemos de equipamentos de medição como máquinas tridimensionais e braços de medição do nosso Departamento de Metrologia.

Mas este setor da empresa tem uma carga de trabalho muito alta e, por isso, nem sempre temos as respostas no tempo necessário”, afirma Belussi.

Autometal adota impressão 3D Stratasys para diminuir custos 2

O outro caminho possível para realizar essa conferência, diz o gerente, é fabricar e utilizar pequenos calibradores. Mas esse processo é demorado e dispendioso, uma vez que envolvem a elaboração de um projeto específico para cada tipo de peça e a compra e usinagem de material.

A impressora 3D Stratasys F370 permite à Autometal fabricar esses calibradores de modo muito mais rápido e barato. “Precisamos apenas de um modelo 3D, que é gerado no próprio Departamento de Engenharia de Produto da empresa. E em algumas horas, temos em mãos os pequenos calibradores”, explica Belussi.

A segunda atividade que passou a ser realizada com o auxílio da Stratasys F370 é a fabricação de dispositivos de montagem de pequeno porte.

A produção desses dispositivos costuma ser realizada por empresas terceirizadas, a custos elevados e em intervalos de tempo relativamente longos.

“A impressora 3D da Stratasys nos capacitou a projetar e imprimir estes dispositivos de pequeno porte dentro da própria empresa, a um custo e tempo inferiores em comparação aos processos tradicionais”, afirma Belussi.

Finalmente, a Autometal também aplica a solução Stratasys na fabricação de protótipos. O gerente destaca que a tecnologia de manufatura aditiva permite a realização de análises e correções antes da confecção do ferramental.

“Em um produto já finalizado fazer alterações acarretaria em custos e tempo de espera, o que não acontece com a impressão 3D”, diz Belussi. “Também devo ressaltar que as impressoras 3D possuem uma tolerância de impressão muito alta em relação a dispositivos, de 0,2mm da impressora, contra 0,05mm em comparação a processos de usinagem”, conclui.

Autometal adota impressão 3D Stratasys para diminuir custos

“A adoção da solução Stratasys pela Autometal demonstra o elevado potencial de utilização da tecnologia de manufatura aditiva pelo setor automotivo, cujo o mercado, que é tão competitivo e está em constante inovação, exige que as empresas lancem mão de processos cada vez mais precisos e eficientes”, diz Anderson Soares, Territory Manager Stratasys para o Brasil.

A impressora 3D Stratasys F370 cobre o fluxo de trabalho de prototipagem completo, incluindo a verificação de conceito, validação de design e desempenho funcional.

Ela trabalha com uma variedade de materiais termoplásticos funcionais da tecnologia FDM (fused deposition modeling).

Após a compra, pode entrar em operação rapidamente, uma vez que exige setup mínimo e conta com recursos de autocalibração.

Compartilhe isso: