Homem sentado atrás de impressora 3D vermelha com filamento branco. Objetos impressos em 3D em cores diferentes.
11/05/2016

Fab Lab: O que fazer com uma impressora 3D

Surgida nos EUA, a Fab Lab possibilita a fabricação de objetos impressos em 3D através de mão de obra gratuita e especializada.

Uma Fab Lab possibilita a fabricação de diversos produtos com a ajuda da tecnologia da manufatura aditiva em laboratórios colaborativos. Partindo de um utensílio doméstico simples até maquinários complexos, como por exemplo, uma engrenagem para uma máquina de tecelagem. As Fab Labs vêm se espalhando pelo mundo, e prometem mudar a maneira como a indústria atual funciona.

A Fab Lab é o acrônimo para Fabrication Laboratory. A ideia surgiu no MIT (Massachusetts Insitute of Technology), nos EUA, através da colaboração de grupos internos do Centro de Bits e Átomo e Media Lab, da instituição. No caso, um dos cursos, ministrado por Neil Gershenfeld, se chamava “How to make (almost) anything”, em uma tradução literal “Como fazer (quase) qualquer coisa”. Esse conceito simplificado ajudou a popularizar o termo, e explicar a função de uma Fab Lab. Hoje, existe uma rede de quase 450 laboratórios localizados em mais de 60 países pelo globo.

Confira um pouco mais sobre o projeto no vídeo abaixo.

A atuação de uma Fab Lab consiste em oferecer mão de obra gratuita, especializada e a disponibilidade para uso das impressoras 3D. O objetivo é fazer com que as pessoas apenas arquem com o custo dos materiais utilizados na construção de seus projetos.

Atualmente, o nosso modelo de produção permite às grandes indústrias, além de criar produtos em massa, ditar os períodos de obsolescência e margens de lucro (não apenas do setor atuante, mas também de todos os cargos profissionais envolvidos). Na contraposição disso (regras ditatórias de consumo, produção demasiada resultante em desperdício e obsolescência programada), a Fab Lab propaga a produção individual.

Fab Lab: Profissionais trabalhando dentro da feira Fab Lab

E o que dá para se fazer com uma impressora 3D? A resposta é direta: quase tudo. Em termos de bens de consumo, é possível mobiliar toda a casa com produtos criados através da manufatura aditiva (Já falamos sobre decoração de casa com objetos impressos em 3D). Para isso, é preciso uma impressora 3D, insumos para a produção, um computador, um software para comunicação entre a impressora e o computador e, por fim, um software para desenvolver o projeto tridimensionalmente (Indicamos softwares como Magics, da Materialize e o CATIA). Com isso, um mundo de possibilidades está aberto em se tratando de produção.

A aplicação do conceito das Fab Lab pode ser ainda mais ampla. Muitos acreditam que em um futuro próximo, uma impressora 3D será um item essencial em todas as residências, assim como notebooks e smartphones são facilmente encontrados. Com a ampliação das aplicações e o barateamento dos insumos para impressão, a disseminação das impressoras 3D é vista como uma possível revolução nos hábitos de consumo, pois ao invés de comprar o produto finalizado, seria possível realizar a produção com autonomia.

Homem sentado atrás de impressora 3D vermelha com filamento branco. Objetos impressos em 3D em cores diferentes.

Esse cenário mudaria radicalmente a indústria, não apenas pela diminuição do consumo massivo, como também pela criação de uma nova leva de serviços adjuntos ao universo de impressão 3D: ampliação da escala, serviços de manutenção, produção de insumos (físico ou virtual), criação de projetos, desenvolvimento de software, entre outros.

Veja Mais!

Como surgiu a Impressão 3D?

O perfil do Funcionário da Indústria 4.0

Ilustração 3D ajuda no tratamento de Fobia

13 Moldes impressos em 3D que você tem que ter na sua casa!

Popularização da Impressão 3D

Posts Relacionados

Acompanhe a LWT Sistemas

Categorias

Siga-nos no G+

Receba todas as Novidades em Primeira Mão

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATENDIMENTO E SUPORTE
+55 (11) 3232-0532