Bandeira Brasileira ao fundo da imagem com informações sobre a indústria 4.0 logo a frente.
25/02/2016

Industria 4.0 no Brasil

Também denominada como a “Quarta Revolução Industrial”, a Indústria 4.0, a qual já citamos aqui no blog, é caracterizada pelo avanço das novas tecnologias dentro do ambiente de trabalho, a busca da redução de custos e a contratação de profissionais especializados. Este novo modelo de indústria traz vantagens às empresas, que podem contar com recursos relacionados a gestão e qualidade na produção, enquanto leva prejuízo aos funcionários que não estão preparados para atender a demanda do mercado (confira qual o perfil do profissional da indústria 4.0).

Confira o vídeo abaixo e entenda um pouco mais sobre a Indústria 4.0 e o início das operações aqui no Brasil.

No Brasil e no mundo todo, as indústrias automotiva, aeroespacial, alimentícia, entre outras, estão investindo pesado na utilização de novas ferramentas e softwares com impactos de forma positiva nos processos de produção. Com isso, o setor industrial passa a necessitar de pessoas preparadas para operar essas máquinas e sistemas, evitando a contratação daqueles que não possuem formação qualificada.

Com isso, os cursos de capacitação e qualificação estão em alta e os trabalhadores que investem em especializações saem na frente. Afinal, o perfil profissional procurado pela Indústria 4.0, que desembarcou de vez no Brasil, é o de um funcionário apto a lidar com novas tecnologias e softwares avançados, como CATIA V5 e CATIA V6 (utilizados pela indústria automotiva), DELMIA e ENOVIA (utilizados para a gestão de produtos, qualidade e comunicação integrada de toda a equipe), entre outros.

Imagem com diversas informações sobre a indústria 4.0. Palavras de cor azul claro e escuro.

A quarta revolução industrial é uma evolução do modelo anterior, que leva até os mais diversos tipos de indústria a inovação e as ferramentas tecnológicas necessárias para promover benefícios: redução de custos, redução de desperdício e aumento da produtividade. Para isso, são utilizados computadores, softwares, robôs e dispositivos com tecnologia avançada que substitui a comunicação entre homem e máquina para o modelo Machine-2-Machine (M2M), que nada mais é do que a máquina operando para a máquina.

Os indivíduos que não se encaixam neste novo modelo de indústria tendem a fazer parte da porcentagem de desempregados, que está em alta devido à crise econômica brasileira. Porém, embora acarrete em desvantagens a eles, ao mesmo tempo, a Indústria 4.0 leva diversos benefícios aos que estão capacitados, às empresas que buscam por novas soluções para escapar da crise e até mesmo para a economia nacional.

Profissional capacitado da indústria 4.0 com roupa social. Pessoa está com braços abertos, de costas para nós, fazendo movimentos que mostra que está usando a tecnologia para otimizar seu trabalho.

Com um modelo de indústria mais moderno e tecnológico, o setor industrial do Brasil passa a ser mais valorizado e incentiva a economia do país por atrair novos investidores (nacionais e internacionais) e reduzir os custos das empresas. Ou seja, com a Indústria 4.0 têm a perder apenas aqueles que ainda não investiram em bons cursos de capacitação e treinamentos avançados.

Embora o país apresente uma constante alta em relação ao desemprego atualmente, é possível dizer que o mercado sempre estará aberto a pessoas capacitadas. E hoje o bom profissional é justamente uma pessoa qualificada, que é capaz de executar a sua tarefa com excelência e sabe operar as mais novas tecnologias no que se refere a softwares e dispositivos. Investir em treinamentos e cursos de capacitação é, mais do que nunca, necessário para ocupar uma boa vaga na Indústria 4.0 e acompanhar o crescimento dos setores industriais.

Posts Relacionados

Acompanhe a LWT Sistemas

Categorias

Siga-nos no G+

Receba todas as Novidades em Primeira Mão

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATENDIMENTO E SUPORTE
+55 (11) 3232-0532