Impressora da Makerbot imprimindo projeto via FDM
01/06/2016

Popularização da Impressão 3D

Quando pensamos em impressão 3D, a primeira coisa que costuma vir às nossas cabeças é que é um equipamento caro, complexo em sua operação e que só pode ser utilizado por profissionais devidamente capacitados. Se você pensa desta forma, não está completamente errado, porque há pouco tempo era exatamente assim que as coisas aconteciam, mas já é hora de começar a rever sua visão a respeito da tecnologia, pois estamos vivendo exatamente neste momento um processo profundo de popularização da impressão 3D.

Como toda nova tecnologia, o processo inicial para a sua utilização costuma ser bastante complicado, pois a tecnologia não está madura o suficiente a ponto que propicie uma enorme gama de aplicações, assim com que milhões de pessoas não a adotem logo no início e, por este motivo, as tecnologias entrantes costumam demorar bastante tempo para se popularizar.

Um excelente exemplo para ilustrar este conceito é a Internet. Ela surgiu no final da década de 60 durante a Guerra Fria e possuía aplicações muito limitadas. Era utilizada por pesquisadores dentro de algumas universidades nos Estados Unidos e necessitava, para a sua utilização, de usuários extremamente capacitados.

Só para se ter uma ideia, quando a Internet chegou ao Brasil na década de 90, recebíamos um CD pelo correio da AOL (American Online) com um discador (as conexões eram discadas) e um browser que se chamava Nestscape Navigator (base para o Mozilla Firefox). Na época, a sua instalação demandava horas além de um conhecimento técnico bastante elevado porque a chance de alguma coisa dar errado era enorme.

Popularização da Impressão 3D 1

Com o passar dos anos a sua utilização ficou cada vez mais simples e barata o que acabou fazendo com que mais e mais pessoas utilizassem a tecnologia e assim, criando infinitas aplicações para ela. Hoje a Internet é tão fácil e natural de ser utilizada que podemos considerar como uma tecnologia transparente, isto é, ela existe de uma forma tão natural em nossas vidas que não notamos mais a sua presença.

Com as impressoras 3D não será diferente, a tecnologia de impressão 3D não é nova, para se ter uma ideia, a primeira patente relacionada à tecnologia é de 1984. No início também era muito complexa e limitada em aplicações e focada em um nicho de usuários bastante específico.

Mas como a Internet, a impressão 3D está no processo de popularização e, um grande personagem que está ajudando neste processo é a impressora do tipo desktop, como por exemplo a MakerBot que possuem um custo mais acessível e já apresenta uma maior facilidade em sua operação. Hoje já podemos comparar uma impressora 3D desktop com uma impressora 2D convencional, isto é, tira-se da caixa, ajusta-se pequenas coisas na impressora como por exemplo o cartucho de impressão, instala-se um software para gerenciá-la em seu computador e pronto, temos a impressora imprimindo modelos tridimensionais.

Como será o futuro após a popularização da impressão 3D

No futuro, eu realmente acredito que com a popularização da impressão 3D, teremos milhares de aplicações para a tecnologia de impressão 3D. Cada vez mais os preços serão menores, a facilidade no uso aumentará e a tecnologia será de tal forma que possibilitará a todos ter em casa uma impressora 3D, do mesmo modo que temos as impressoras 2D, para as impressões do dia a dia.

Uma prova que as impressoras 3D estão ficando cada vez mais acessíveis é que já existem impressoras sendo vendidas em alguns lugares do mundo em supermercados, o que transforma a impressora 3D em quase um eletrodoméstico.

Veja também

O que é manufatura Subtrativa e Aditiva

Conhecendo a tecnologia de impressão 3D

Fab Lab: O que fazer com uma impressora 3D

Como surgiu e funciona a impressão 3D

Posts Relacionados

Acompanhe a LWT Sistemas

Categorias

Siga-nos no G+

Receba todas as Novidades em Primeira Mão

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATENDIMENTO E SUPORTE
+55 (11) 3232-0532