Veja como é possível fazer uma análise estrutural correta no CATIA V5

Quando realizamos uma análise estrutural no CATIA V5, seguimos por padrão uma sequência de ações a fim de montarmos o problema estrutural dentro da aplicação, para que assim possamos obter nos passos e etapas seguintes, a resposta do software aquele cenário proposto.

Quando estamos configurando o nosso arquivo * CATAnalysis, temos logo no início a tarefa definição de malha, a saber, onde definimos os tipos de elementos que irão compor aquela malha, seu tamanho, formato, discrepância permitida em relação a geometria CAD original, etc.

Neste artigo abordaremos uma situação específica, que comumente necessita do know-how do projetista para funcionar adequadamente. 

Considere o cenário a seguir:

Temos um corpo sólido, já preparado, ou seja, com material aplicado (ALUMINIUM) e que receberá todas as condições de contorno apropriadas para a simulação (BOUNDARY CODITIONS). Note que no CATIA V5 faz-se necessário informar ao software quais serão os detalhes do contexto da análise, como forças atuantes, engastamentos, carregamentos, até mesmo detalhes da malha de elementos finitos, informando-se a geometria de suporte entre outros INPUTS. 

Neste caso especificamente, desejamos aplicar uma força na superfície superior, com intensidade XN, e que deverá se limitar à região em destaque na imagem abaixo (circulo vermelho). 

catia análise

Porém, ao selecionarmos aquele face, o software acaba selecionando todo aquele patch da superfície (a região destacada em laranja na imagem).

catia análise
catia análise

Dessa forma, a análise que queremos fazer apresentaria um resultado diferente do requisito inicialmente proposto. 

Para corrigirmos este detalhe muito importante faremos um ajuste, remodelando a superfície, e adicionando esta região específica no modelo CAD.

Faremos isso costurando um SPLIT e mantendo ambos os lados como resultado. Posteriormente utilizamos o comando SEW SURFACE, no sólido, para obtermos a subdivisão da face.

 

blank

Agora retornamos ao módulo GENERATIVE STRUCTURAL ANALYSIS e conseguimos fazer a análise isolando somente aquela porção da face como desejávamos no começo.

Estas e outras situações são corriqueiras no dia a dia dos usuários de CATIA V5 em todo o mundo.

Gostaria de saber mais a respeito ou até mesmo participar de um de nossos treinamentos?

Entre em contato, será um prazer atendê-lo.

Visite nosso site, clique aqui e acompanhe nossa agenda, sempre com a programação oferecida de treinamentos e cursos atualizada.

Devido às restrições sanitárias, impostas pela pandemia do COVID-19, nossos treinamentos estão sendo realizados na modalidade EAD – Ensino à Distancia.

O formato utilizado é o ONLINE (ao vivo – sem gravações prévias), ou seja, a interação professor/aluno está mantida, justamente para que a dinâmica do aprendizado seja a mais próxima do formato presencial.

blank