A expansão da manufatura aditiva com peças de múltiplos materiais

expansão da manufatura aditiva

A expansão da manufatura aditiva com peças de múltiplos materiais

A impressão 3D multimaterial tem chamado atenção no mercado. Revolucionando a indústria, sua capacidade de imprimir peças usando vários materiais ao mesmo tempo é motivo suficiente para alavancar seu potencial quando comparada a outros métodos.

A ideia de desenvolver modelos que não se limitam a fins estéticos, com maior funcionalidade e desempenho mecânico ajustado de acordo com a sua finalidade, é mesmo atraente.

Transformando fluxos de trabalho e processos tradicionalmente longos, a impressão 3D multimaterial leva a eficiência da manufatura aditiva a novos patamares.

A expansão da manufatura aditiva: Impressão 3D em múltiplos materiais

Apesar de existirem outras maneiras de imprimir materiais múltiplos em 3D, a melhor opção é usando uma impressora com extrusão dupla.

Isso porque ela possui dois bocais para depositar o filamento, ou seja, não haverá preocupação na necessidade de iniciar e parar a impressão para a troca de filamentos, abrindo portas para uma fabricação ainda mais eficiente, além de uma considerável economia de tempo.

Algumas peças, como as que têm saliências ou designs com determinadas estruturas impróprias para a produção camada por camada, necessitam de um material de suporte  na impressão, o qual fornece uma base para o filamento criar a peça final.

Ter uma impressora 3D multimaterial permite imprimir os filamentos de suporte e final juntos e de forma coesa, garantindo que os produtores alcancem um design perfeito, independente de sua complexidade.

Impressão 3D em múltiplas cores

Assim como o desenvolvimento de projetos contando com a impressão em múltiplos materiais, esse tipo de manufatura aditiva permite a criação de objetos em várias cores também.

Esse é um ponto interessante por, além de reduzir a pós-produção, garantir uma aparência final mais harmônica às peças, especialmente ao imprimir produtos de uso final.

Nesse caso, existem duas possibilidades para explorarmos: a impressão 3D em cores diretas, em que a cor é derivada dos filamentos utilizados; ou a impressão indireta em cores, em que a cor é aplicada de uma fonte externa ao filamento durante o próprio processo de impressão.

Porque optar por essa manufatura aditiva

A impressão 3D multimaterial possibilita explorar projetos complexos com designs eficientes em objetos multifuncionais, eliminar boa parte das etapas de desenvolvimento e, consequentemente, economizar na combinação de custos e tempo de fabricação.

Basta pensar que, optando pela impressão 3D de dois ou mais materiais simultaneamente, sejam com cores ou filamentos diferentes, a impressora fará o dobro de trabalho de uma só vez.

Logo, reduzirá os custos e os processos de montagem, pós-processamento e pós-produção.

Veja também:

Como funciona uma impressora 3D

Sete passos para entender o PLM (Product Lifecycle Management)