PLM e ERP, entenda porque sua empresa deve ter os dois

Muitas empresas já estão aproveitando os benefícios da integração entre sistemas PLM e ERP. Enquanto o PLM os ajuda a gerenciar seu estágio completo de desenvolvimento de produtos e seus processos, o ERP facilita o gerenciamento da cadeia de suprimentos, incluindo estoque, logística, preços e pagamento.

Vamos nos aprofundar em como o PLM e o ERP funcionam juntos e os benefícios de sua integração.

O que é PLM?

PLM ou Product Lifecycle Management (em português, Gerenciamento do Ciclo de vida do Produto) são soluções e processos usados pelas empresas para gerenciar os dados relacionados ao produto. O PLM é usado por diversas indústrias e pode ser aplicado para diversos produtos e casos. O conceito de PLM é um conjunto de soluções de tecnologia de informação e processos que gerencia o desenvolvimento de um produto desde o conceito inicial que acompanha o produto desde o conceito inicial, passando por design, manufatura, qualidade, manutenção até o descarte. Leia mais sobre PLM em nosso blog, clique aqui. 

erp

O que é ERP?

O ERP ou Enterprise resource planning (em português, Planejamento de recursos empresariais) é uma ampliação do Material requirements planning (MRP) (em português, Planejamento de necessidade de materiais). O ERP se refere a soluções de tecnologia de informação e processos que uma organização usa no seu dia-a-dia para executar as suas atividades de negócio que envolvem contabilidade, supply chain (compras, logística, etc), vendas, compliance, etc. Esta solução auxilia a empresa no seu planejamento financeiro, investimentos, adequação às exigências fiscais, bem como apresentar um quadro exato de como está a sua performance e saúde financeira.

Qual é a diferença?

Como o nome sugere, uma das principais diferenças entre os dois sistemas é que o PLM trata principalmente da idealização e do planejamento de um produto, enquanto o ERP, por outro lado, trata da execução, ou seja, da fabricação desse produto. É muito comum vermos empresas que ainda não adotaram o PLM, pois focaram no ERP devido a questões de compliance que as obriga a ter este sistema para poder reportar seus dados ao fisco, emitir notas fiscais, etc. Ao deixar as atividades de PLM serem executadas com ferramentas inapropriadas, elas se sujeitam a falhas, perda de performance e competitividade.

O PLM está mais envolvido durante os processos de concepção, inovação e design de um produto. O ERP ajuda a gerenciar os aspectos de qualidade, eficiência e controle de custos de um produto em seus estágios de fabricação e fornecimento.

Isso significa que o PLM se concentra na configuração e na relação entre os vários componentes de um produto, enquanto o ERP lida com a movimentação de materiais, como gerenciamento de estoque, programação de produção e logística. Claramente, os dois sistemas são diversos e os recursos de cada sistema não são substituíveis pelos do outro.

 

erp

Porque a integração PLM-ERP é importante?

Quando seu PLM e ERP não estão integrados, seu departamento de P&D acaba gastando muito tempo inserindo dados e corrigindo erros relacionados, trabalhando com previsões de produtos erradas, fornecendo instruções de informações incompletas e registrando materiais e acompanhando atrasos no processo.

Portanto, você precisa centralizar os dados entre seus sistemas PLM e ERP integrando-os para garantir um fluxo eficiente do ciclo de vida do produto. Sem o PLM, seu sistema ERP provavelmente consumirá e gerenciará dados imprecisos de projeto e engenharia. Usar apenas um sistema ERP sem um sistema de PLM complementar coloca sua organização em risco de má gestão de alterações de produto – o que pode levar a planejamentos financeiros imprecisos.

Juntos, o PLM e o ERP aprimoram a colaboração entre engenheiros, operações e fornecedores, pois fornecem uma única fonte de informações sobre o produto. Isso o ajudará a entregar produtos perfeitamente desde o conceito de design até a fabricação e distribuição. Como essas duas soluções se concentram em produtos, elas ajudam a criar uma única versão da verdade do produto. Isso ajuda a reduzir erros e garantir que os documentos e versões do produto estejam sob controle.

Por exemplo, se o seu PLM não está integrado ao ERP, uma alteração em um componente de um determinado produto – realizada pela engenharia – pode não chegar ao comprador. Isto é um grande risco, pois o comprador pode adquirir peças que não servirão no produto final, como por exemplo um molde de injeção ou dezena de milhares de peças injetadas, que foi atualizada.

A integração perfeita de PLM com ERP permitirá que sua organização seja mais ágil e reativa em todas as atividades de negócios, incluindo rastreabilidade, custo, entrega, qualidade, inovação e muito mais.  Ao integrar o PLM e o ERP, sua organização irá acelerar a inovação, aumentar a produtividade, melhorar a qualidade e impulsionar seu desempenho geral.

Os benefícios da integração PLM-ERP

Os sistemas de negócios PLM e ERP são essenciais para o desenvolvimento inovador e o lançamento lucrativo de produtos. Para atender a esses requisitos, sua organização deve reduzir o tempo de design e os ciclos de engenharia do produto. Ao usar os sistemas PLM e ERP juntos, você aumentará a colaboração em toda a organização. Vejamos os vários benefícios da integração PLM-ERP:

  • Maior eficiência
  • Redução de custos
  • Melhor visibilidade do projeto
  • Mitigação de riscos
  • Maior satisfação do cliente
  • Melhor colaboração

 

 

A Plataforma 3DEXPERIENCE

A Plataforma 3DEXPERIENCE, solução PLM desenvolvida pela Dassault Systèmes, é a nossa solução para integrar o seu ERP a uma solução PLM. Com a Plataforma 3DEXPERIENCE em sua empresa você terá todos os benefícios de um PLM completo para o seu produto e poderá integrar o seu ERP para controlar o seu produto em todas as fases com total rastreabilidade, reduzindo custos e erros de operação. Leia mais sobre a Plataforma 3DEXPERIENCE em nosso blog, clique aqui.