A impressão 3D como ferramenta de avanço nas indústrias

A impressão 3D

A impressão 3D como ferramenta de avanço nas indústrias

Com o advento da tecnologia e das impressoras 3D, muitas áreas se beneficiaram, incluindo as indústrias.

A impressão 3D percorreu um longo caminho até ser capaz de suportar máquinas e ferramentas dentro das fábricas. Antes vista apenas como meio de criação de prototipagens simples e rápidas, sua evolução gerou um súbito crescimento no número de empresas que a adotaram para o desenvolvimento de protótipos agora complexos, visuais e funcionais, além de peças finais.

Impressão 3D e as indústrias aeronáutica e automobilística

Para setores como o aeronáutico, em que peças com alta complexidade são produzidas em baixo volume, a impressão 3D é capaz de obter os resultados ideais, criando peças em geometrias que antes necessitavam de investimento em equipamentos caros para desenvolvimento. Isso possibilita que fornecedores produzam pequenos lotes de peças de maneira econômica. E não podemos deixar o peso de lado, sendo um fator importante quando falamos em projetos desse porte. Reduzir o peso das peças não só torna o processo mais fácil, como reduz o peso total da aeronave, descontando também – e significativamente – as emissões de CO2, o consumo de combustível e a carga útil.

Já no setor automobilístico, a prototipagem possibilitou a testagem e a validação da peça antes de sua fabricação, e mostrou que é capaz de produzir e modificar novos designs rapidamente. Consequentemente, deu espaço ao desenvolvimento de peças personalizadas, de forma econômica e fluída, aos fabricantes de automóveis. Essas empresas já têm usado a tecnologia para produzir peças internas e externas desse tipo para veículos.

Em ambos os setores, um dos principais benefícios da inserção da impressão 3D é a consolidação de peças, ou seja, a capacidade dessa tecnologia de integrar várias peças em um único componente, reduzindo a quantidade de materiais e o tempo necessário para montagem, além de simplificar o processo de manutenção.

Impressão 3D e a indústria médica

Os benefícios da impressão 3D no setor médico já são muito conhecidos. Essa indústria pode usufruir desse recurso para criar, de forma rápida e econômica, dispositivos específicos para pacientes, como próteses e implantes por exemplo. A capacidade de fornecer cuidados personalizados aos pacientes é extremamente atrativa. Além disso, quando uma impressora 3D é combinada com outros recursos, como a tomografia computadorizada, essa tecnologia pode fornecer soluções específicas para um determinado caso.

E mais, a inserção da impressão 3D nesse setor é essencial para auxiliar na criação ou otimizar projetos para dispositivos médicos. A prototipagem rápida e de baixo custo dá aos fabricantes a liberdade para projetar novos produtos para o mercado.

A quarta revolução industrial

A quarta revolução industrial, ou Indústria 4.0, é um conceito desenvolvido pelo alemão Klaus Schwab, e defende que estamos passando por um período de convergência de um conjunto de tecnologias em direção ao surgimento de novos sistemas, combinando máquinas com meios digitais. Ainda em fase de evolução, esse movimento industrial pode ser visto como uma das oportunidades mais significativas das nossas vidas.

A impressão 3D

É notável como o meio em que vivemos tem se adequado conforme o mundo digital e físico se fundem, e isso representa uma grande oportunidade também para os negócios. Tecnologias em constante progresso se fazem presentes, revelando novas e potenciais ideias, antes inimagináveis. É aqui que a impressão 3D se insere, dada sua capacidade de reformular setores de forma rápida e econômica.

Com possibilidade de gerar um impacto sustentável para o nosso planeta e nossas comunidades, a tendência é que resoluções que contam com impressoras 3D sejam cada vez mais comuns.

Veja também:

Tutorial de CATIA V5 – Vista de abertura

Dica de CATIA V5 – Exibir desempenho