Design e Engenharia em uma nova perspectiva sobre integração, inovação e agilidade.

Design e Engenharia
Design e Engenharia em uma nova perspectiva sobre integração, inovação e agilidade. ‘Design’ é uma palavra que vem do latim “Designare” e se refere a termos como: esboço, desenho, projeto. Já engenharia, que também possui raízes no latim “Ingenium”, está associada a aptidão, invenção, capacidade. A melhor forma de entender de fato qual a distinção entre os termos é compreender que ‘design’ se destaca pela arte de criar, já engenharia está mais relacionada com a capacidade de construir. O provável que tenham surgido de forma conjunta, unificada e sua separação ocorreu em função da necessidade de existirem grupos específicos para criar ou executar, dessa forma garantindo a otimização e ampliação dos conhecimentos específicos de cada um. Com o surgimento de novas tecnologias específicas tanto para as equipes de ‘design’ como para as equipes de engenharia, cada setor teve a oportunidade de evoluir suas práticas conseguindo extrair resultados ainda mais relevantes. No entanto, esse movimento também resultou em um distanciamento entre essas áreas, principalmente em função linguagem de trabalho que se tornou ainda mais distinta. Com esse panorama em mente é precisamos entender porque devemos reverter esse quadro quanto antes e como utilizar a tecnologia para apoiar essa reintegração. A cultura industrial baseada na produção em massa visa minimizar os custos para possibilitar que grande parte da população geral ou de um determinado grupo consiga adquirir o produto ofertado está evoluindo, visto que o custo por si só já não possui mais o potencial de retroalimentar essa sistemática baseada em economia de escala, dado que com o acesso à informação e manutenção de níveis elevados de concorrência, exige que além do melhor custo, que as empresas ofertem a melhor solução no menor tempo, afinal os desejos dos consumidores também mudam com grande velocidade. Por essa razão conceitos como “Design thinking”, são cada vez mais relevantes para apoiar um processo de desenvolvimento de produto focado na resolução eficiente de problemas, que só é possível quando existe uma comunicação constante e assertiva entre ‘designer’ e engenheiros, pois nesse contexto a eficiência criativa e operacional são decisivas, para não haver desperdício de tempo ou reincidência de causa. Design e Engenharia Apesar de soar contraditório, um dos principais caminhos para se construir uma ponte sólida entre os departamentos de ‘design’ e engenharia, é o uso efetivo da tecnologia, isso mesmo, aquela que eventualmente provocou o distanciamento no passado. Mas esse paradoxo se explica quando entendemos que a tecnologia evolui constantemente para se adequar as novas necessidades da sociedade. Hoje a tendência é que as ferramentas de engenharia de produto estejam cada vez mais integradas com as necessidades das equipes de ‘design’, podemos usar como exemplo disso as ferramentas CAD 3D atuais como o CATIA, que desempenha um papel vital para o sucesso de empresas do setor automotivo, permitindo o desenvolvimento de estilo e design dos veículos com uso de recursos de ‘Shape’ avançados, garantindo a replicação da qualidade percebida no protótipo virtual para a realidade devido a possibilitar a criação de imagens fotorealistas diretamente do ambiente de execução do projeto, permitindo que o cliente final consiga visualmente entender qual é sua percepção sobre umas determinadas características do projeto. Além dessas ferramentas, hoje temos a possibilidade de extrapolar todo o trabalho realizado pela engenharia para promover a experimentação física do produto com o auxílio da manufatura aditiva, que evoluiu a ponto de ser possível testar um produto com todas as características, antes mesmo de o projeto precisar evoluir para um estado de desenvolvimento mais avançado. blank Talvez o ‘design’ tenha promovido o desenvolvimento da engenharia, mas quem garante que não tenha ocorrido o oposto? O que não podemos discordar de fato é que ambas as disciplinas tenham andado sempre em conjunto ao longo da nossa história, de toda formar, precisamos compreender que reaproximação entre essas áreas será fundamental para permitir o crescimento sustentável e inovador de todo negócio. Afinal, ‘design’ é engenharia focada em originalidade e engenharia é ‘design’ focado em repetibilidade, utilizar novos conceitos e tecnologias é o segredo para construir essa ponte entre os diferentes, sendo esse tipo de desafio, que muitas vezes se replica para a relação entre outros departamentos envolvidos no processo de desenvolvimento de novos projetos, uma das características que tem levado empresas como a Dassault Systemes e a LWT Sistemas, a investir em ferramentas preparadas para o presente e com o olhar no futuro como o 3DEXPERIENCE. Design e Engenharia